sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

366 - Hans Urs Von Balthasar


Hans Urs von Balthasar (Lucerna, 12 de agosto de 1905 – Basileia, 26 de junho de 1988) foi um sacerdote, teólogo e escritor suíço. É considerado um dos mais importantes teólogos do século XX.
Joseph Ratzinger (amigo de Balthasar) afirmou que “a sua vida foi uma genuína busca da verdade”, entendida como “busca da verdadeira vida”. Von Balthasar procurou “quebrar aqueles circuitos que tantas vezes mantêm a razão prisioneira de si mesma, abrindo-a aos espaços do infinito”, disse Bento XVI. E fê-lo estudando filosofia, literatura e as grandes religiões. Hans Urs von Balthasar não era doutorado em Teologia, mas sim em Literatura (tese defendida em 1928: “A questão escatológica na atual literatura alemã”). A busca do divino manifesta-se em todo o lado.
Ordenado padre em 26 de julho de 1936, von Balthasar foi jesuíta até 1950. Nesse ano deixou a Companhia de Jesus, como consequência de, no desempenho da sua missão, se ter tornado amigo e confessor de Adrienne von Speyr, uma viúva convertida ao catolicismo. As suas visões e escritos místicos, bem como a Comunidade de São João (para leigos, fundada pelos dois), não eram reconhecidos pela Igreja, pelo que o teólogo se desvinculou dos jesuítas, como “aplicação da obediência cristã a Deus”.


A Verdade é sinfônica: aspectos do pluralismo cristão
A qualidade de execução de uma orquestra depende do fato de cada músico executar bem sua parte individual e, ao mesmo tempo, inseri-la na unidade orgânica da composição. Através da metáfora sinfônica, o autor nos ajuda a perceber que a riqueza de variedade e pluralidade de carismas e ministérios eclesiais não é incompatível com sua unidade. Ao contrário, não é necessário se afastar um milímetro sequer do centro do mistério de Cristo. É através dele que se descortina um imenso espaço de liberdade e pluralidade na unidade da Igreja católica, garantido pelo Espírito Santo.
p. 160
Paulus
2016



Maria para hoje
O que Maria tem a dizer aos homens de hoje? Ela é, para cada cristão e para a Igreja, plenitude e medida de uma resposta sem reservas do homem a Deus. Hans Urs von Balthasar, um dos grandes nomes da teologia do século XX, mostra as possibilidades de encontrar Maria de maneira nova. Em uma magnífica trama de reflexões teológicas e considerações espirituais, ele coloca Maria no horizonte do nosso tempo e nos faz ver claramente como ela é o modelo de fé para o cristão de hoje.
p. 48
Paulus


Vida a partir da morte: Meditações sobre o mistério pascal
Na mesma medida em que a morte faz parte do cotidiano humano, ela é, também, aquilo que há de mais incompreensível. Em três profundas reflexões, o autor penetra no mistério da morte. Ele questiona acerca do paradoxo, inerente a todo homem, de querer realizar “algo de imperecível em meio à transitoriedade”, e mostra que solução oferece o cristianismo a esse paradoxo. Para isso, ele explora as profundezas do mistério pascal, a morte e ressurreição de Jesus, e seu significado para o cristão de hoje.
p. 40
Paulus



Teologia da Historia
'Teologia da História' de Hans Urs Von Balhtazar procura demonstrar Cristo, não apenas como um homem extraordinário ou uma personagem singular no curso da história, mas como sua norma. Para isto, Balthasar recorre a um caminho oposto a ideias abstratas - apela ao aspecto concreto, material do Cristo, o logos encarnado - o Homem-Deus. Cristo é visto como o cumprimento da história realizada e o sentido da história por vir.
p. 111
Fonte Editorial
2005


O Cristão e a Angústia
Hans Urs Von Baltazar, foi um dos maiores teólogos católicos-romanos do século 20 e de todos os tempos. Muitas vezes acusado de conservador foi, todavia um dos grandes arquitetos do Concílio Vaticano II. 
Profundamente influenciado por Kierkegaard, Barth, Przywara e Blondel. Ele construiu uma das mais belas catedrais intelectuais de todos os tempos. Nesta obra, Baltazar oferece uma interpretação cristã e bíblica do conceito Kierkegaardiano de angústia, um dos temas mais filosóficos mais fecundos da filosofia contemporânea. 
Este livro apresenta esta complexa temática em linguagem simples e de uma forma ao mesmo tempo erudita e edificante, o que é, aliás, uma das marcas da teologia de Baltazar.
Fonte Editorial


Hans Urs Von Balthasar
Elio Guerreiro
Este livro apresenta as idéias e a trajetória traçada pelo teólogo suiço Hans Urs Von Balthasar. A obra faz com que o leitor tenha contato direto com o autor, contendo um ensaio completo escrito por Hans Urs Von Balthasar, de modo que se possa entender as estruturas fundamentais de seu pensamento.
p. 248
Loyola



Mysterium Paschale - A quenose de Deus segundo Hans Urs von Balthasar
Clarita Sampaio Mesquita Ribeiro
O livro, dedicado à exposição da teologia da quenose trinitária de Urs Von Balthasar, realiza com singeleza as exigências da tarefa teológica apresentadas pelo autor estudado. Aqui o objeto de estudo é a Trindade, mistério central da fé cristã. A abordagem é profundamente marcada tanto pelas exigências da fé que busca a compreensão como pelo amor reverencial ao Deus que se revela na quenose de seu Filho.
p. 208
Loyola




Um comentário:

  1. Um blog sobre Teologia não tem material sobre Ratzinger, o maior teólogo vivo do mundo?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger.../>